Dois p’ra lá, dois p’ra cá

  Ena, antes de mais, deixem-me já dizer-vos que é a primeira vez que insiro um slideshow. As fotos estão aqui em baixo, vejam lá se funciona, carregando na setinha (cursor sobre a imagem aí de baixo, sff):     Deu? :D Bem, as imagens referem-se ao filme “Une semaine sur deux (et la moitié … Continuar a ler

Confirma-se!

O filme de que falámos ali é bom. É um filme que não mente, não omite e não tem meias palavras. Gostei muito. Aquilo de que ninguém nos fala ou, se fala, não parecemos disponíveis para escutar. Antes, durante e depois do parto. O respeito pela individualidade. Enquanto mulher, parturiente, mãe. E na relação com … Continuar a ler

Há esperança

Antes de mais, e mais uma vez, ocorre-me perguntar “que se passa com a promoção dos filmes” em Portugal (nos EUA já nem quero saber)?! Eu não sei bem qual será a lógica da coisa… talvez um cartaz com Meryl Streep + Tommy Lee Jones + Steve Carell baste para levar vários públicos às salas. … Continuar a ler

Do Primeiro Amor ao Amor Próprio, a dura aprendizagem da auto-preservação.

Un Amour de Jeunesse é um filme tão belo!.. Vi-o ontem e quanto mais o recordo, mais gosto. É um filme sereno onde, pelo argumento, facilmente se poderia cair no melodrama mas, ao invés, se vão dando pinceladas numa tela maior. O filme é muito bonito, esteticamente. Mas não cai no absurdo da estética pela estética. … Continuar a ler

“The Rebound” – Começar de Novo

Está em sala um filminho que data já de 2009 mas só agora chegou cá, vá-se lá saber porquê, originalmente intitulado de “The Rebound” e por cá traduzido para “Amor ao Acaso” (!! – mas porquê??!!) com a Zeta Jones e um Justin Bartha que talvez conheçam de “A Ressaca”. Ora a premissa é a … Continuar a ler

Musa Híbrida

No fim-de-semana passado tirámos, em parte e entre outras coisas, a barriga de misérias e conseguimos ver 3 filmes em cartaz! Começámos com O Artista, filme sensação da temporada e dos prémios de cinema que, embora bonito, não me pareceu ter muito a acrescentar ao fenómeno que se gerou enquanto mero exercício de estilo. Destaque … Continuar a ler

Nada Estúpido, Muito Louco, Amor

E pronto, fui outra vez ao cinema e vim deliciada. Crazy, Supid, Love é um filme muito esperto e, coisa que vai rareando, honesto. Ao contrário do outro que me desapontou na semana passada, sendo certo que se inserem em universos diferentes, “Amor, Estúpido e Louco” faz uma óptima utilização dos meios de que dispõe … Continuar a ler

Este não é um blog sobre cinema…

Mas já começa a parecer… (não obstante a total parcialidade das apreciações e o pouco domínio técnico e bibliográfico sobre a matéria) Ontem fui ao cinema (os mais atentos já poderão começar a adivinhar com quem…) ver o Beginners. O filme é uma colecção de momentos e a estrutura narrativa entrecortada merecia uma maior fluidez … Continuar a ler

Pequenas Mentiras Entre Amigos

Alerta, alerta!! Filme a ver!! :) O Verão já vai a meio (mais perto do fim) e sugerimos uma pausa para cinema! “Pequenas Mentiras Entre Amigos” tem várias razões para ser visto. Uma, para os meninos: Marion Cotillard. Pronto, agora que eles já estão convencidos, vamos ao que interessa… Duas: Tem muitos, mas muitos homens … Continuar a ler

Agora Escolha, parte II

De volta para a segunda parte do Você Decide. Na primeira parte desta dicotomia, sugeri aquela que é, a meu ver, a abordagem mais correcta e segura da questão que antes descrevi.  Por exemplo: Ele não lhe telefona? Aqui fica, desde já, uma informação relevante a ter em conta: “Os homens sabem utilizar o telefone”! … Continuar a ler