Do Primeiro Amor ao Amor Próprio, a dura aprendizagem da auto-preservação.

Un Amour de Jeunesse é um filme tão belo!.. Vi-o ontem e quanto mais o recordo, mais gosto. É um filme sereno onde, pelo argumento, facilmente se poderia cair no melodrama mas, ao invés, se vão dando pinceladas numa tela maior. O filme é muito bonito, esteticamente. Mas não cai no absurdo da estética pela estética. … Continuar a ler