Antropólogos, sociólogos e historiadores de todo o mundo, uni-vos.

Hoje de manhã deparei-me com um novo vídeo da Willow Smith, filha do Will Smith (actor), de que gostei a vários níveis, sendo que aquele que mais me surpreendeu, não obstante já ter lido umas coisas sobre a miúda e algumas particularidades suas, foi a independência, ou, se quisermos, a liberdade (aparente), relativamente às estéticas … Continuar a ler

Ahahah! Salut!

A sério que vim aqui a correr, só para partilhar convosco a delícia deste site que é o Reductress, um jornal satírico feminista (talvez seja uma boa definição), assim uma espécie de “Inimigo Público” ou “The Onion”, mas temático. E para verem logo a maravilha que é, partilho este postzinho, dedicado… bem, dedicado àquela malta … Continuar a ler

Blá, blá, blá, a mulher, blá, blá, blá, a beleza.

“Fotografei não sei quantas mulheres de todo o mundo para provar que a beleza está em toda a parte” – uma ode à diversidade, mas a beleza, pelos vistos, está sempre representada pela mulher, que serve para pouco mais que ser contemplada. É a mesma ideia que está subjacente àquela coisa de “adorar as mulheres“, … Continuar a ler

This is 49 e em bom.

Então a Cindy Crawford faz-se publicar assim, sem photoshop e com a luz vinda de cima (a realçar as sombras todas, logo, a marcar os relevos todos), na Marie Claire* e a malta, o comum dos mortais, ainda assim consegue achar que a mulher aos 49, com dois filhos (a filha terá tido perto dos … Continuar a ler

Tempo de qualidade, my ass.

Eu estive mesmo para já não escrever este post (que andava de molho há algum tempo) porque entretanto encontrei um outro, e de uma psicóloga, que, de forma controlada (coisa que eu dificilmente conseguirei permanecer, versando este tema), calma e serena, expressa tudo aquilo que eu penso sobre o assunto. Mais: pensei partilhar o link para … Continuar a ler

Punk is still to come, my friend

  Depois de no outro dia ter partilhado a foto acima, tirada do meu feed do FB, sobre o filme – ooooooh, que novidade – “Young and Beautiful”, com a legenda: “A sério? Ainda bem que o feed me indica que para cima há histórias novas, porque para estas já não tenho paciência”, abstive-me de … Continuar a ler

Quantos mitos conseguimos combater, de cada vez?

Isto nem é um post, que eu ando sem disponibilidade para isso. :) Dei de caras com esta fotografia da Gwyneth Paltrow no meio de uma enchente de artigos sobre o seu divórcio, depois de já ter articulado que, em todas as fotografias que via da mulher, me parecia que ela tinha sempre 20 anos. … Continuar a ler

This is 80 – As mulheres e o sexo. Aos 30, 40, 50, 60 e 70.

Sem mais, e celebrando os fabulosos 80 anos da Gloria Steinem, aqui vos deixo o excelente artigo do The Guardian e as magníficas respostas. Mais destes, por favor. Há vida para lá da puberdade. E muita, pelos vistos. ;) “Libidos, vibrators and men, oh my! This is what your ageing sex drive looks like Gloria Steinem’s 80th birthday declaration: … Continuar a ler

Lost in Living – emissão gratuita, hoje, Dia Internacional da Mulher

E aqui vos deixo, sem mais demoras (e um bocadinho mais cedo), o Lost in Living, filme de Mary Trunk. “Atrás da cortina doméstica da maternidade, onde o impulso criativo pode florescer ou definhar, estão 4 mulheres determinadas a tentar e conseguir. Filmado durante sete anos, Lost In Living mostra o conflito na coexistência de … Continuar a ler

Lost in Living, o filme, aqui.

Para os que me acompanham há já algum tempo, aqui ou noutros blogues, o Lost in Living não é novidade. Eis que surge, finalmente, a possibilidade de o ver, aqui, no sábado, dia 8 de Março, a partir das 0 horas (meia-noite)* ou, talvez, um pouco mais cedo. No Dia Internacional da Mulher, o 30 e … Continuar a ler